uso de celular em sala de aula

Celular em sala de aula: veja as vantagens e desvantagens

O tema do celular em sala de aula tem sido discutido e pesquisado à exaustão. Não é nem mesmo necessário recorrer a dados para ver que ele chegou com tudo no ambiente escolar, e que isso gera alguns transtornos.

No entanto, considerar esse dispositivo como um inimigo do ensino seria reduzir sua função. Se escola e professores forem capazes de se adaptar a essa novidade — que, convenhamos, nem é mais tão novidade assim — o ensino só tem a ganhar.

Neste artigo, vamos avaliar os prós e os contras de utilizar o celular na sala de aula. Vamos, também, dar algumas dicas para você motivar seu filho a fazer um uso saudável do aparelho. Continue a leitura e fique por dentro!

Celular em sala de aula: desvantagens

O médico grego Hipócrates foi o primeiro a dizer que “a diferença entre o remédio e o veneno está na dose”, e isso vale também para o uso dos smartphones. Ou seja, se pais e professores souberem diminuir as “doses diárias” do aparelho, o inimigo pode se tornar um aliado.

Segundo pesquisa realizada pela Panorama Mobile Time/Opinion Box, cerca de 49% das famílias que têm acesso à internet também permitem que os filhos usem telefones celulares. O principal motivo para que os adolescentes menores de 16 anos tenham o dispositivo é o fato de ele ser necessário para estudar a distância.

Ou seja, se os adolescentes já adoravam os smartphones antes da pandemia, com as aulas remotas há mais motivos para eles terem seus próprios dispositivos.

Pensando nisso, vamos começar listando os problemas que o uso inadvertido do celular pelas crianças pode ocasionar.

Consumismo

Há relatos de que o telefone celular contribui para aumentar o consumismo em crianças. A própria vontade de ter aparelhos mais caros e potentes já é um estímulo pouco saudável aos alunos e muito inconveniente para os pais.

Além disso, acessando aplicativos como YouTube, Instagram e TikTok, as crianças ficam expostas a anúncios publicitários por um período diário considerável. Isso com certeza tem impacto significativo na educação para um consumo consciente, além de afetar o discernimento das crianças no que diz respeito ao planejamento financeiro da vida adulta.

Falta de concentração na sala de aula

Esse efeito todo mundo já percebeu: crianças e adolescentes tendem a ficar “hipnotizados” pelas telas. Se não houver controle, isso pode comprometer o desenvolvimento cognitivo, além de tirar o foco dos conteúdos na sala de aula.

Dependência

Em geral, essa falta de foco já é o primeiro passo para a dependência dos dispositivos. A nomofobia, como é chamada, manifesta-se pela ansiedade quando o aparelho não está próximo, o que, em graus mais altos, pode desencadear ataques de pânico.

Há casos de crianças e adolescentes que chegam a acreditar equivocadamente terem ouvido os sons de notificação do aparelho. Essa confusão gerada pela necessidade de acesso é típica dos dependentes digitais.

Celular em sala de aula: vantagens

Agora que vimos a pior faceta do uso do celular em sala de aula, vamos falar sobre os benefícios. Afinal, esse dispositivo foi desenvolvido para ser um aliado no dia a dia, potencializando o aprendizado.

Interatividade

Para o estudante, o simples fato de estar conectado pode ser considerado uma vantagem. A principal razão do uso de smartphones na sala de aula é colocar crianças e adolescentes em contato com conteúdo interativo.

A interatividade aumenta o envolvimento com a matéria e ainda dá acesso a uma série de ferramentas que não estão disponíveis no ensino tradicional. Aprender dessa forma é mais fácil, divertido e eficiente.

Inovação

Sabemos que a educação tem como função principal criar cidadãos com espírito crítico. Mas não podemos subestimar aquela parte dos estudos que se destina a conseguir um bom lugar no mercado de trabalho para seu filho.

A inovação é um tema muito importante e ela está ligada, de certa forma, ao uso que se faz das novas tecnologias. Sendo assim, nada melhor que utilizar o celular em sala de aula para demonstrar como vai ser o uso dele nos trabalhos do futuro.

Praticidade

Os celulares só se tornaram tão populares porque são práticos. Na mesma tela, é possível pesquisar, informar-se, conversar, criar planos de estudos em conjunto e fazer chamadas de vídeo para discutir um trabalho em grupo, por exemplo.

Só quem já viveu uma época em que era muito difícil terminar um trabalho escolar sabe a diferença que essa praticidade faz. Os aparelhos carregam uma biblioteca virtual organizada da melhor forma possível: em verbetes algorítmicos criados por buscadores como o Google.

Economia de recursos

É até difícil explicar para as crianças de hoje em dia o quanto era gasto em papel e outros materiais há cerca de 20 anos. As mochilas eram muito mais abarrotadas, e as pilhas de trabalhos se amontoavam na mesa dos professores.

Esse tipo de desperdício tem alto custo ambiental. Aliás, é uma ótima lição de sustentabilidade demonstrar aos pequenos quanta economia de recursos é possível se os dispositivos são utilizados de maneira adequada.

Afinal: o celular em sala de aula vale ou não a pena?

A resposta é sim, usar o celular em sala de aula vale a pena. Com certeza, a proibição não é o melhor caminho para deixar pais, escola e professores em paz com os dispositivos.

A educação para um uso consciente deles, aliás, é responsabilidade de todos. Com boas conversas, um bom exemplo e limites claros e rígidos, a relação dos alunos com seus aparelhos fica muito mais saudável.

Acredite, nem tudo que seu filho acessa nas horas vagas é descartável. Se ele tem sido bem orientado, com certeza já aprende muita coisa útil sem que você mesmo perceba. As crianças já nascem adaptadas a essa realidade, e é papel da escola adaptar-se também.

Agora que você está em paz com o uso do celular em sala de aula, continue estudando sobre o tema. Não deixe de ler nosso artigo sobre a educação híbrida e sua importância.

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.