estudar por simulados

Vale a pena estudar por simulados? Confira 4 maiores vantagens

Você certamente já ouviu aquela expressão “treino é treino, jogo é jogo”. Pois bem, estudar por simulados é mais ou menos isso. Conhecer bem o exame que vai ser realizado, fazendo simulação de provas passadas, e não ser pego de surpresa com relação ao estilo das questões.

Não importa se é um vestibulinho para ganhar bolsa de estudos, o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) ou o vestibular de uma faculdade pública, cada instituição acaba seguindo um padrão de avaliação.

Por esse motivo, vamos explicar agora o que é estudar por simulados e mostrar 4 vantagens desse método. Confira!

O que é estudar por simulados?

O estudo por simulados consiste em resolver cadernos de questões de exames passados, a fim de compreender o funcionamento da prova e o estilo de abordagem dos conteúdos.

Alguns exemplos muito familiares são os simulados de faculdades ou do Enem ― esta, aliás uma prova muito especial, pois trabalha com a transdisciplinaridade, isto é, uma mesma questão pode transitar por diferentes matérias ou conteúdos e exige poder de interpretação.

Com os simulados, digamos, é possível colocar o time em campo e ganhar o jogo. Afinal de contas, sabemos que em concursos de qualquer natureza, conhecimento apenas não basta. Além disso, é necessário saber qual estratégia será usada para ter foco e não escorregar em nenhuma resposta.

Powered by Rock Convert

Quais as vantagens dos alunos estudarem por simulados?

Agora, vamos mostrar a você uma lista com 4 vantagens do estudo por simulados. Confira!

Powered by Rock Convert

1. Maior familiaridade com o formato do exame

Uma das principais pegadinhas que faz muitos estudantes se perderem em uma prova importante é não compreender o formato da avaliação. Nesse sentido, estudar por simulados permite:

  • conhecer a quantidade total de perguntas das provas;
  • saber a quantidade de questões por disciplina;
  • perceber se o exame é mais interpretativo, conteudista e/ou interdisciplinar;
  • tamanho dos enunciados dos conteúdos;
  • estilo de proposta da redação (se houver).

2. Possibilidade de controle de tempo

Uma vez que conhecemos o exame, fica muito mais fácil manter a organização do tempo. Tanto que uma forma de aplicar um simulado é usar um caderno inteiro de questões, o qual deve ser respondido durante o tempo de prova oficial. Sendo assim, aqui vai um exemplo:

Uma prova tem 70 perguntas objetivas + redação de 30 linhas, com 5h de duração sem intervalo.

Se separarmos 1h20 para a redação + 10 minutos de minipausas (ir ao banheiro ou descansar na carteira), sobram 3h30 para as perguntas.

Desse tempo, é preciso reservar 30 minutos para revisão e preenchimento da folha de respostas. Logo, sobram 3h para fazer a prova.

Então, 70 questões divididas por 3h (180 minutos) = 2,57 minutos por questão. É preciso fôlego, não?

3. Preparação física e emocional

Ao fazer o treino que mencionamos acima, o estudante começa a preparar-se física e emocionalmente para o exame. Isso evita ansiedade por achar que não vai conseguir terminar, ou ficar muito cansado durante o exame. É mais ou menos como treinar para uma maratona.

Além disso, o simulado é um exercício de memorização eficaz, pois o contato com as questões é um tipo de prática do conteúdo visto em sala de aula.

4. Personalização dos estudos a partir dos resultados

Ao verificar o índice de acertos e erros, é possível traçar uma estratégia de estudos personalizada conforme as dificuldades do aluno. Isso significa não apenas dedicar mais tempo a determinada matéria, mas, sim, a um conteúdo específico.

Após fazer a revisão teórica, é possível exercitar livremente e, em seguida, buscar exemplos de perguntas de vários exames acerca do mesmo assunto. É seguro dizer que o desempenho no próximo simulado melhorará muito!

Como ajudar seus filhos nos estudos por simulados?

Para terminar, deixamos aqui algumas ações rápidas para você ajudar seus filhos nos estudos por simulados:

  • prepare um ambiente de estudos livre de interferências;
  • ajude com a organização dos materiais para o simulado;
  • oriente a leitura das instruções da prova;
  • busque técnicas de leitura dinâmica;
  • sugira que as perguntas mais fáceis sejam respondidas primeiro;
  • confiram juntos o gabarito;
  • leia a redação que foi feita.

Viu quantas vantagens há em estudar por simulados? Se quiser receber mais dicas de estudo para seus filhos, basta curtir nossa página no Facebook!

Powered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.