disciplina positiva

Disciplina positiva: conheça o método que não provoca medo

A disciplina positiva é uma abordagem educacional que auxilia pais e educadores a lidarem com os comportamentos desafiadores de crianças e adolescentes. O conceito oferece ferramentas que auxiliam o desenvolvimento de habilidades que podem ser levados para toda a vida, como a empatia e a cooperação.

Para colocar em prática esse método, é essencial priorizar ações mais positivas na criação e no próprio modelo de ensino. A escola, em conjunto com a família, deve acolher as dificuldades do pequeno e buscar por soluções pacíficas para resolver os problemas apresentados em casa e em sala de aula. 

Acompanhe a seguir e entenda o que é disciplina positiva e por que ela é tão defendida nos primeiros anos escolares. Confira!

O que é disciplina positiva?

Cada criança é única e singular, e precisa de um olhar afetuoso e uma postura gentil dos pais. Muitas vezes, a rigidez e o autoritarismo na educação pode promover medo no pequeno, que pode responder de maneira agressiva ou até mesmo ter seu desenvolvimento impactado negativamente.

Por conta disso, muitos educadores defendem a disciplina positiva como método de aprendizagem na escola. Essa abordagem destaca que a infância e a adolescência são fases marcantes na formação humana, exigindo práticas pedagógicas mais cuidadosas e baseadas na empatia, na escuta e no acolhimento.

Para além da sala de aula, a disciplina positiva deve ser implementada no ambiente familiar, local que o aluno começa a adquirir valores e a moldar seu comportamento diante do mundo que o cerca. Nesse sentido, os pais devem priorizar uma aprendizagem pautada pelo respeito e pela cooperação.

Para que a disciplina positiva realmente aconteça em casa, é necessário que a família passe por uma mudança de postura, sabendo que a criança tem personalidade e vontades próprias. Mesmo que alguns dias pareçam desafiadores, os pais devem respeitar o tempo de adaptação do pequeno, dando espaço para que ele expresse o que sente de forma tranquila e sem pressão.

A disciplina positiva já é considerada um complemento para o processo de ensino. Ela surge para facilitar o processo educacional, tanto em sala de aula, com professores e colegas, quanto no ambiente familiar, com seus pais e entes. As crianças que são estimuladas para o diálogo e para o convívio harmonioso, têm mais chances de aprender melhor e mais rápido.

Como praticar a disciplina positiva em casa?

É muito importante que os pais não sejam rígidos e nem muito permissivos na educação das crianças e dos jovens. Deve haver um equilíbrio entre ser gentil e firme ao mesmo tempo, adotando práticas que fortaleçam a relação mas que também tenha limites bem definidos.

Essa forma de conduzir a criação ajuda os mais novos a desenvolverem um senso de aceitação e de importância, sendo efetiva a longo prazo, ao contrário de punições, ameaças e recompensas, que funcionam a curto prazo e podem prejudicar a aprendizagem.

A abordagem positiva permite transmitir valores como cooperação, responsabilidade e empatia, que são fundamentais para uma formação humana completa e íntegra. Veja, a seguir, como praticar esse tipo de disciplina em casa com o seu filho.

Powered by Rock Convert

Não seja autoritário

Muitas vezes, insistir em ter uma postura autoritária e dura pode fazer com que a criança se afaste ou até mesmo perca a confiança com a família. Esse é o princípio dos traumas e das dores, problemas que o pequeno pode carregar até a fase adulta.

Por outro lado, os pais devem ser gentis e pacientes, sabendo ouvir o que o filho quer expressar com determinado comportamento. Essa prática é muito importante para proporcionar um ambiente de escuta e diálogo, em que o mais novo se sinta seguro para falar o que pensa.

Tenha paciência

A infância é uma fase única e que requer diversos cuidados. É nesse momento que a criança está formando sua personalidade e se percebendo diante do mundo. Por conta disso, é fundamental que os pais sejam pacientes e respeitem o tempo de crescimento e amadurecimento dos filhos.

Diante de atos de desobediência ou mesmo quando o pequeno apresenta dificuldade para fazer alguma tarefa, a família deve dar suporte e ajudar o aluno nos desafios cotidianos. As brigas e os conflitos devem ser evitados ao máximo em casa, pois pode gerar traumas e impactando o desenvolvimento dos valores. 

Dialogue muito

Um erro bastante comum na educação em casa é a falta de diálogo. A disciplina positiva defende que é preciso construir um relacionamento baseado na conversa e no entendimento. Assim, a criança precisa entender o que está acontecendo e qual o motivo que leva os pais a chamar sua atenção.

Essa prática é muito vantajosa para a família, que pode compreender melhor o comportamento do mais novo em determinados momentos. Isso também permite descobrir diversos aspectos de sua personalidade, que ainda está em fase de formação.

Explique os sentimentos para as crianças

Muitos jovens e crianças que expressam raiva podem sentir falta de um espaço confortável e seguro para falar sobre seus sentimentos. Por conta disso, a família deve estar sempre conversando e orientando o pequeno a demonstrar o que sente e pensa, de maneira saudável e equilibrada.

Isso pode contribuir também para o desenvolvimento do relacionamento interpessoal e para a inteligência socioemocional desde cedo, que são competências valiosas, principalmente para o mundo do trabalho. Os pais devem deixar claro que o filho tem liberdade e não deve reprimir o que sente, oferecendo, com isso, um ambiente de maior acolhimento.

Não faça comparações

Pode não parecer, mas as comparações podem ser verdadeiras vilãs do processo de aprendizagem. A criança acaba se sentindo inferior e desvalorizada quando percebe que não tem as mesmas qualidades e características das outras pessoas. A disciplina positiva, por outro lado, defende que cada ser humano é único e deve ser respeitado em sua individualidade.

Por isso, evite comparar o seu filho e faça elogios a ele e às suas conquistas, sempre que possível. Assim, ele terá mais chances de crescer e se tornar um adulto confiante, independente e responsável por suas próprias decisões.

A disciplina positiva é uma maneira de educar por meio do afeto e do respeito, compreendendo as dificuldades de crianças e adolescentes. Essa abordagem pode auxiliar os pais e a escola a entender o comportamento dos mais novos e seus motivos de agir de determinada maneira. Ela ainda contribui para um crescimento mais saudável, que pode resultar, a longo prazo, na formação de pessoas mais responsáveis.

Aproveite a visita e entenda a importância de incentivar o desenvolvimento da consciência social nos filhos!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.