Como escolher um cursinho pré-vestibular ideal para o seu filho?

6 minutos para ler

Não há como escapar: quando os exames de admissão no ensino superior se aproximam, é preciso parar tudo para aprender como escolher um cursinho pré-vestibular. Nesse momento, são comuns as inseguranças e incertezas de pais e estudantes.

Via de regra, o bom ensino é voltado ao preparo intelectual e profissional dos jovens para entrar na vida adulta. No entanto, para ser aprovado em exames como o Enem, também é preciso dar valor a habilidades como a atenção, concentração e raciocínio lógico.

Nesse contexto de nervosismo e corrida contra o tempo, como conciliar as duas coisas? É possível escolher um cursinho pré-vestibular que recupere o que o aluno aprendeu e ainda organize esse conhecimento, facilitando sua memorização e ensinando-o a aplicar os conceitos aprendidos?

É esse assunto que vamos abordar nas próximas linhas. Leia até o fim e saiba a importância de um cursinho preparatório. Tenha, ainda, acesso a 4 dicas que vão ajudar no processo de escolha!

Qual é a importância de um cursinho pré-vestibular

Mesmo que o seu filho tenha cursado o Ensino Médio em uma instituição de qualidade, os conteúdos a que ele teve acesso foram apresentados de maneira diluída e gradual. Agora, ele precisa pontuar em uma prova em que toda essa matéria deve ser acessada simultaneamente, exigindo o máximo da capacidade de memorização dele.

Além disso, esse tipo de exame costuma exigir do aluno o preparo lógico e a aplicação inteligente desses conteúdos, não apenas o que foi decorado. Há uma probabilidade maior de determinados tópicos serem abordados, e a escolha desses tópicos costuma acompanhar acontecimentos políticos e econômicos importantes do ano em que são aplicados.

Em suma, é preciso estar atento às notícias, memorizar conteúdo, fórmulas e saber aplicá-los. E essa aplicação passa pela exigência do domínio da Língua Portuguesa, em questões abertas e fechadas que demandam organização lógica e linguística e interpretação de texto.

Ou seja, por melhor que seja a formação dos estudantes, é fundamental recorrer a um cursinho pré-vestibular para orientar os estudos finais, tornando-os mais objetivos.

4 pontos que precisam ser avaliados na hora da escolha

Abaixo, selecionamos os pontos mais importantes a serem levados em consideração nesse momento. Eles são determinantes para o sucesso na prova, e devem ser privilegiados em comparação com aspectos práticos como estrutura escolar, preço e localização, por exemplo.

Não que esses aspectos não sejam importantes, mas o fato é que os pressupostos didáticos devem vir em primeiro lugar.

Qualificação dos professores

O perfil do instrutor de um cursinho pré-vestibular é muito diferente daquele dos professores do Ensino Médio. Essa modalidade preparatória é mais dinâmica, ágil e direcionada aos conteúdos abordados na prova.

Logo, professores inexperientes, embora tenham muito a acrescentar em outras modalidades de ensino, não são exatamente o melhor perfil para um pré-vestibular.

A abordagem escolhida para esse tipo de curso também é diferente. Em vez do papel de educador desempenhado nas salas de aula convencionais, o professor de cursinho é, sobretudo, um facilitador. Ele cria atalhos para o conhecimento, sugere técnicas de memorização e faz uso de recursos os mais criativos para prender a atenção dos adolescentes.

Então, os melhores perfis para essa empreitada são os de pessoas bem-humoradas, expansivas e de raciocínio rápido. Também é desejável que eles saibam abordar os temas de um modo contagiante e apaixonado.

Métodos de ensino

Os cursinhos pré-vestibulares também demandam métodos de ensino menos ortodoxos. Como, em geral, há pouco tempo e muito conteúdo a estudar, são comuns dicas inusitadas para decorar fórmulas, por exemplo.

Os métodos costumam ser um prato cheio para o humor e inventividade dos professores. No entanto, a metodologia não deve ficar a cargo exclusivo deles. Ela é de responsabilidade da escola, e isso faz toda a diferença.

Afinal, deve haver uma unidade no ensino, e os conceitos devem estar muito bem alinhados entre a equipe. Isso faz diferença, por exemplo, quando é necessário substituir algum professor ao longo do processo, seja de modo provisório ou definitivo.

Quando a metodologia é compartilhada por todos, o novo instrutor estará ciente de onde o conteúdo parou e tudo que os alunos aprenderam até aquele momento.

Além disso, métodos produzidos em conjunto facilitam o aperfeiçoamento da didática ano após ano. Assim, você sabe que a maneira como aquele conteúdo é exposto é algo que já passou por inúmeros ajustes, e a versão atual é otimizada e funcional.

Materiais de apoio

Ninguém é aprovado nos melhores vestibulares se estudar apenas durante as aulas. Então, os materiais, apostilas e bibliografia indicados pelos professores e pelo colégio devem ser avaliados ao escolher um cursinho pré-vestibular para o seu filho.

Esteja atento aos conteúdos complementares e às leituras sugeridas pelos professores na ementa. Inclusive, ajude a cobrar dos seus filhos o contato com esse material, já que os assuntos ali abordados podem ser um diferencial para a aprovação.

Os esquemas, tabelas e planos de estudo também têm sua função na memorização e utilização do conteúdo na hora do exame (quando são permitidos materiais de apoio nessa hora).

Conteúdo abordado

O conteúdo dos exames vestibulares não é segredo para ninguém. Ele consta dos editais e costuma ser bem parecido em cada modalidade avaliativa.

O que faz a diferença mesmo não é o que vai ser estudado, mas como. Então, o cursinho deve disponibilizar uma equipe experiente e capaz de analisar a probabilidade de cada tópico fazer parte do exame, permitindo focar no que tem mais chances de cair.

Ao matricular seu filho em um curso preparatório de qualidade, você tem a certeza de que ele vai fazer um bom terceiro ano do Ensino Médio, ao mesmo tempo em que se concentra no conteúdo que vai cair nos exames vestibulares.

Nós, do Colégio Verbo Divino estamos acostumados à rotina de preparação e, principalmente, aprovação nesses exames. Nossos professores, metodologia, materiais e conteúdo foram criados por quem já entende a rotina de um vestibular.

Se ainda restam dúvidas sobre como escolher um cursinho pré-vestibular para o seu filho, pode estar certo de que nossos especialistas vão poder dar a melhor orientação. Entre em contato com a gente!

Posts relacionados

Deixe um comentário