como escolher a escola do meu filho

Como escolher a escola do meu filho? 9 dicas para tomar a decisão certa

O perfil da criança e os valores da família são dois dos inúmeros aspectos que os pais podem (e devem) levar em consideração na hora de escolher uma escola para o seu filho. O momento, sem dúvida, envolve um pouco de ansiedade, visto que o colégio é um ambiente desconhecido, onde seu filho vai passar grande parte do dia, ter contato com outras pessoas e guardar memórias e histórias.

Um pouco assustador ter que tomar uma decisão assim tão importante e decisiva, não é mesmo? Mas tranquilize-se, pois resolvemos te ajudar oferecendo algumas dicas para acabar com todas as suas dúvidas e inseguranças. Quando alguém lhe perguntar “como escolher a escola do meu filho”, você vai ter a lista dos principais pontos a serem considerados na ponta da língua! Vamos lá?  

1. Identifique os valores da instituição 

Conforme dito acima, ter clareza sobre a metodologia e, sobretudo, os princípios que você quer que façam parte da educação do seu filho é algo muito relevante e consiste em um dos primeiros passos para fazer a escolha mais acertada. 

Afinal, é na escola que um mundo completamente novo vai se abrir para ele, isto é, onde terá acesso às primeiras oportunidades de conviver, aprender, enfrentar desafios e, consequentemente, se desenvolver. 

Sendo assim, buscar um espaço que preze, dê continuidade e reforce os valores que a família considere importante para a criança, e mais, que valorize a cooperação entre pais, gestores, educadores e alunos.

2. Avalie a qualidade do ensino 

Para que o método de aprendizagem seja diversificado e tenha maior alcance, ou seja, que vá para além do básico, estimulando o desenvolvimento integral (cognitivo, físico, social e emocional) do seu filho, a instituição de ensino deve oferecer uma equipe qualificada de profissionais de diferentes áreas.  

Preocupe-se em descobrir, também, se há um investimento, por parte da escola, na capacitação contínua dos seus profissionais. Vale também se informar se eles são bem remunerados — acredite, a valorização financeira faz uma grande diferença na motivação dos professores, o que, por sua vez, influencia de modo significativo na qualidade do ensino. 

Outro ponto que não pode deixar de ser observado são os recursos didáticos disponibilizados pelo colégio. A inserção das ferramentas tecnológicas na rotina escolar promete inúmeros benefícios para estudantes e educadores: enriquecimento das práticas pedagógicas, fomento à autonomia e à produção de conhecimento, melhorias no rendimento e na comunicação são alguns deles.  

3. Observe se existe coerência entre discurso e prática 

Lembre-se de que não adianta nada que a escola tenha um projeto político pedagógico que identifique e apresente sua missão (ou sua filosofia de ensino) se essa não é efetivamente incorporada e observada em sua prática. 

Para tanto, observe atentamente se a instituição, de fato, se dispõe a acompanhar seu filho no que for necessário. Principalmente, se informe se ela oferece suporte e orientação moral, emocional, psicológica e vocacional. A educação é um processo amplo e complexo que extrapola a mera função de transmissão dos conteúdos disciplinares. 

Uma boa escola, ou seja, aquela que realmente prepara seus alunos para a vida é resultado da união entre a qualidade do ensino, a competência do corpo docente e a transmissão de valores éticos e morais. Portanto, analise se ela se propõe a seguir o que apresenta no plano teórico.  

4. Atente à proposta pedagógica 

É no colégio que seu filho começa a conhecer e interagir com outras pessoas fora do círculo familiar. Sendo o humano um ser social por natureza, a tendência é de que, com o passar dos anos, ele tenha desejo e se relacione com cada vez mais gente.  

De modo que possa preparar seu filho para as diversas relações sociais do presente e do futuro, é fundamental que a escola disponha de uma política humanizada e integradora, em outras palavras, que ela aposte na convivência e promova situações constantes de interação entre os alunos. 

Para o Colégio Verbo Divino (CVD), são as relações sociais que constroem o ser humano, que edificam o seu pensamento e o incentivam a ir além. Essa construção está diretamente ligada ao diálogo, tanto com o mundo ao seu redor quanto consigo mesmo. 

O CVD tem como projeto político pedagógico modificar positivamente a cultura, promovendo novas formas de se posicionar diante da realidade. É uma proposta que se preocupa com os desafios atuais, ao mesmo tempo em que vislumbra cenários futuros baseados nas premissas cristãs. 

5. Verifique os valores das mensalidades e a carga horária oferecida 

Não há dúvidas de que os pais estão sempre dispostos a oferecer o melhor para os seus filhos, mesmo que isso implique alguns esforços. No entanto, é preciso verificar se o investimento financeiro vai ser, de fato, revertido em qualidade de ensino.  

Além disso, avalie se o valor da mensalidade cabe em seu orçamento e se não vai haver cobrança de taxas ou pagamentos extras, ou seja, se o valor citado de início abrange integralmente todas as despesas necessárias para a educação de seu filho. Isso é importante porque alguns colégios costumam exigir mais recursos ao longo dos meses para finalidades específicas. Evite, logo de início, esse tipo de situação desconfortável!  

Informe-se também sobre a carga horária estabelecida pela escola. Analise se ela se enquadra na rotina do seu filho e de toda a família. No caso de jornada integral, verifique se a instituição oferece intervalos para alimentação ou mesmo momentos para descanso e lazer. 

6. Considere a localidade e a infraestrutura 

Tão importante quanto todas as dicas que já foram dadas é a necessidade de uma prévia avaliação da localidade e da estrutura física da escola. Em sua primeira visita, observe cuidadosamente o espaço, confira se as carteiras estão em bom estado de conservação, se a cantina é organizada, se o corpo de funcionários obedece a normas internas de higiene etc.  

Os ambientes destinados às brincadeiras devem ser adequados para cada faixa etária e os banheiros, além da limpeza, precisam ser adaptados com pias e vasos sanitários para pequenos e deficientes físicos. A acessibilidade do colégio, ainda que seu filho não tenha nenhuma necessidade especial, deve ser sempre considerada.  

O item localização é, igualmente, indispensável. Dê preferência a uma escola que seja próxima de sua casa ou do trabalho de alguém da família. Caso não seja possível, considere um local cuja distância se adeque à rotina dos pais, ou mesmo uma escola mais central, que facilite o tráfego diário do seu filho.  

Coloque-se no lugar dele: não é nada confortável ter que percorrer longas distâncias (ainda que de carro ou ônibus) para ir estudar todos os dias. Ao longo dos meses, isso pode tornar-se muito cansativo e influenciar negativamente o aprendizado e o desempenho escolar.  

7. Certifique-se sobre a segurança 

Oferecer boas condições de segurança para os alunos é outro aspecto imprescindível de uma boa escola. Dessa forma, questione a direção sobre o funcionamento da portaria e sobre o procedimento comum para que uma pessoa possa entrar no colégio. Observe o movimento externo nos horários de entrada e saída dos alunos e se é permitido que eles tenham acesso à rua sem autorização e acompanhamento de adultos responsáveis.  

Verifique ainda se a instituição toma medidas de segurança preventiva no interior do próprio espaço, por exemplo: se o pátio é seguro, se a piscina (caso haja) é bem protegida, se as escadas e janelas têm equipamentos e telas de proteção, entre outras. As crianças passam boa parte do tempo naquele espaço, então é muito importante que os pais possam ficar realmente tranquilos ao deixá-las ali.  

8. Busque referências 

Um ponto que pode deixá-lo mais seguro em relação à decisão de matricular, ou não, o seu filho em determinada escola é a experiência de ensino que ela acumula, e você pode saber sobre isso buscando referências sobre a instituição.

Você já ouviu falar que o bom negócio se dissemina pelo “boca-a-boca”? Dizemos isso porque a posição que determinada instituição ocupa no mercado é importante, mas o que pode lhe oferecer tranquilidade mesmo é a opinião de pais cujos filhos já estudam lá.  

Assim você vai saber realmente como é a dinâmica da escola, qual apoio oferece para a família e para os alunos, se a metodologia adotada produz bons resultados, o perfil dos estudantes formados, o diálogo com a comunidade entre outras dúvidas que você tem.

9. Preze pela adaptação 

O momento de adaptação escolar, em geral, é repleto de expectativas e ansiedades não só para as crianças, mas também para os pais. Por isso, as escolas devem estar preparadas para receber bem seus alunos e pais, promovendo o acolhimento necessário. 

Uma ideia interessante é visitar a unidade pretendida e levar o seu filho com você. Dessa forma, é possível observar como ele se comporta no ambiente, com se relaciona com a equipe de profissionais e se ele se sente confortável naquele espaço. 

Mesmo assim, pode haver estranhamento nos primeiros dias e o colégio deve estar em diálogo constante com a família, para que juntos possam tornar essa nova experiência o mais tranquila possível!  

O Colégio Verbo Divino é uma instituição católica mantida pela Congregação do Verbo Divino. Nossa pedagogia tem como prioridade a educação integral do aluno, oferecendo atividades e ferramentas para a sua formação. Nosso lema é: “acolhedor como sempre, forte como nunca!”.  

Temos muito orgulho dos alunos que por aqui passaram e dos impactos positivos que a instituição tem na comunidade em que está inserida.  

Se você quer ter mais respostas para a pergunta “como escolher a escola do meu filho”, entre em contato conosco! Será um enorme prazer recebê-lo! 

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

1 Comentário

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.