capacidade analítica

Capacidade analítica: entenda mais sobre o tema

Incentivar a capacidade analítica nas crianças é fundamental no desenvolvimento de adultos mais independentes e preparados para o mercado de trabalho. Por isso, essa habilidade vem sendo trabalhada nas escolas e precisa do apoio dos pais e responsáveis para se tornar uma prática habitual.

Deseja saber mais sobre capacidade analítica? Continue a leitura e veja a importância de desenvolvê-la na escola e como ajudar seu filho nessa questão.

O que é a capacidade analítica?

O desenvolvimento da capacidade analítica foi acrescentado como uma das competências da Base Nacional Curricular Comum (BNCC), visando o aprimoramento do raciocínio e das habilidades emocionais dos alunos. O intuito é incentivá-los a desenvolverem soluções indo além de respostas óbvias.

A capacidade analítica pode ser entendida como a competência de lidar com informações de naturezas diversas, mas que estão dentro de um mesmo contexto e estabelecem correlações entre si. Está relacionada à desconstrução de problemas ao romper o quadro geral de uma situação e identificar as questões relacionadas ao fato como possíveis tendências que possam se repetir.

Logo, a capacidade analítica se relaciona diretamente com o pensamento crítico, sendo uma competência enfática na síntese lógica da informação, de modo a produzir pensamentos que levem a ações coordenadas. Também é uma forma de as pessoas se relacionarem com as informações, as experiências e até com outros indivíduos sem a reatividade habitual.

Qual é a importância de desenvolver a capacidade analítica na escola?

Quando a criança consegue solucionar problemas de forma eficiente e criativa, ela é capaz de enfrentar até mesmo as suas limitações de aprendizado com muito mais facilidade. Isso porque ela entende os dados, desenvolve soluções criativas e escolhe os detalhes mais relevantes, que a levarão à resolução do problema.

Assim, a importância de estimular a capacidade analítica na escola está relacionada ao aprimoramento de uma visão mais lógica, racional e crítica, que ajudará a criança no futuro, tanto na vida pessoal quanto profissional. O melhor de tudo é que esse desenvolvimento pode ser feito a partir de inúmeras dinâmicas pedagógicas.

Por exemplo, sempre deixar um espaço para discussões ao abordar os assuntos em sala de aula demonstra que o professor valoriza a capacidade analítica dos alunos. Dessa forma, eles ficam instigados a organizar as ideias e apesentar argumentos que podem, eventualmente, contrariar argumentos de outros e criar uma discussão saudável.

Além das discussões em sala de aula, também é possível apostar em dinâmicas mais elaboradas, como aulas de teatro. Nem todo mundo sabe, mas o teatro é um ótimo exercício para desenvolver a argumentação, a oratória e capacidade de lidar com as pessoas.

Como desenvolver a capacidade analítica?

É certo que a capacidade analítica é uma habilidade natural para alguns indivíduos, mas não é inata a todos. Contudo, assim como qualquer outra competência e habilidade, ela pode ser aprimorada. Veja a seguir como incentivar seu filho a desenvolvê-la.

Estimule a observação da criança em diversas áreas

É importante orientar a criança a observar o ambiente no qual ela vive e os colegas na escola, além de incentivá-la a usar o máximo de seus sentidos. Para isso, é válido apontar situações que possam interessá-la. Dessa forma, você envolve a mente dela de forma ativa, ajudando no ensino-aprendizagem de como as coisas funcionam.

Mesmo que no início ela não seja capaz de decodificar as situações, esse estímulo a ajudará a criar conexões e subsistemas neurais. Assim, será estimulada à compreensão dos processos, fator muito importante para as habilidades analíticas.

Além disso, responder aos questionamentos da criança é fundamental para que ela possa desenvolver as suas habilidades cognitivas. Incentive-a também a fazer mais perguntas, pois isso colabora para o desenvolvimento de mais competências de resolução de problemas e ajuda na retenção de conhecimentos.

Incentive a leitura

Poucas ações são tão efetivas para o desenvolvimento da capacidade analítica como a leitura. Ela é a chave para melhorar e transformar pensamentos, mantendo a mente sempre em funcionamento. Portanto, é preciso diversificar os assuntos e sempre incentivar a criança a questionar o que está lendo, perguntando se ela concorda ou discorda e o motivo das respostas.

Lembre-se de que não existe certo ou errado, trata-se da percepção dela. Caso sinta a necessidade de corrigir algo, direcione outras perguntas até que ela chegue nas melhores conclusões. Você também pode expor o seu ponto de vista, de modo a orientar a criança. O mais importante é evitar imposições, pois a intenção é deixá-la fazer as suas próprias conclusões para o desenvolvimento da capacidade analítica.

A leitura também pode ser feita em conjunto, com outros membros da família. Isso ajuda no engajamento do grupo, favorecendo as discussões e as análises durante esses momentos.

Powered by Rock Convert

Pratique jogos de lógica

Os jogos são uma excelente forma de incentivar a criança a desenvolver sua capacidade analítica. O grande benefício é que seu filho aprende brincando e ainda pode interagir com outras pessoas, tornando o processo muito mais interessante.

Jogos como batalha naval, quiz, perguntas e respostas ajudam a criança a pensar e a visualizar a solução dos problemas. É sempre importante propor mais de uma solução para o jogo, pois funciona como uma prova que prepara o seu cérebro para situações reais.

Estimule o aprendizado diário de novas coisas

Crianças são muito receptivas a novos aprendizados, por isso elas devem ser incentivadas todos os dias a aprenderem coisas novas. A internet pode ser uma forte aliada nesse sentido, com desenhos educativos, jogos online e outras metodologias.

A orientação dos pais também é muito importante. Logo, destinar pelo menos uma hora do dia para estar presente na vida da criança fará uma grande diferença no desenvolvimento da capacidade analítica, além de expandir seus horizontes.

Faça os alunos se avaliarem entre si

A autocrítica é uma chave importante para o pensamento lógico e, consequentemente, para a capacidade analítica. Quando os alunos são estimulados à autocrítica desde cedo, podem entender com mais facilidade que é normal, e saudável, rever opiniões sobre o mesmo assunto e até mudá-las eventualmente.

Essa habilidade forma cidadãos mais preparados para a diversidade cultural e o debate de ideias, que não estão suscetíveis ao fanatismo ou a ideias preconceituosas. Por isso, faz parte da tarefa dos professores não só estimular o debate em sala de aula, mas também mostrar a importância de avaliar as próprias opiniões a procura de equívocos ou justificativas mal fundamentadas.

Relacione os assuntos ao universo dos alunos

Contextualizar os assuntos com a realidade mais imediata dos alunos é uma estratégia de ensino já bem conhecida pelos professores. Mas, além de facilitar a assimilação de conceitos, palavras-chave e fórmulas, o diálogo com o universo dos alunos incentiva a capacidade analítica.

A familiaridade com os assuntos permite que os alunos consigam transitar por eles com mais facilidade. Assim, eles podem, por exemplo, fazer associações entre a sua cultura e culturas estrangeiras, criar hipóteses e dúvidas no interior dos assuntos.

Ofereça embasamento para as discussões em sala de aula

As discussões em sala de aula colocam os alunos como protagonistas da construção do conhecimento, e os professores ganham o papel de guia nessa jornada. Portanto, para que os alunos tenham por onde começar para formar suas opiniões e embasar seus argumentos a respeito de um conteúdo, os professores podem fornecer recursos com antecedência, como livros, letras de músicas, documentários, filmes etc.

Por isso, uma das habilidades importantes de um professor, sobretudo em ciências humanas, é contar com um repertório cultural diversificado. Assim, ficará mais natural repassar as referências para os alunos. Com os repertórios, os alunos têm tempo para fundamentar seus pontos de vista e deixar os diálogos cada vez mais ricos e produtivos para todos.

Incentive atividades extracurriculares

É importante diversificar as abordagens para manter a motivação dos alunos em alta. Se todas as aulas forem formadas por discussões entre os alunos, por exemplo, a tendência é que uma hora as aulas fiquem enfadonhas. A mesma coisa acontece com as aulas expositivas no formato tradicional.

Nesse sentido, atividades extracurriculares são excelentes formas de incentivar a capacidade analítica na infância e diversificar a abordagem dos assuntos. Até mesmo a prática de esportes pode contribuir para o desenvolvimento dessa habilidade, como ginástica artística, jogos de vôlei, basquete, futebol e outros.

Isso porque toda atividade tem uma lógica, que deve ser pensada para a sua execução. Além disso, a convivência com outros colegas ajuda a criar mais conexões e ter outras experiências e também vivências. A soma de todos esses fatores contribui para a formação de um ser humano mais preparado em relação aos desafios da vida e até mesmo do futuro.

Como vimos ao longo desta leitura, a capacidade analítica pode ser desenvolvida nas crianças. Portanto, pais e escolas têm um papel fundamental nessa tarefa. Assim, escolher uma instituição de ensino que se preocupa com essas questões é primordial para o desenvolvimento da criança.

O Colégio Verbo Divino (CVD) tem toda a estrutura humana e técnica para ajudar o seu filho no desenvolvimento da capacidade analítica. Incentivamos e propomos mudanças, fomentando a atitude crítica frente aos desafios diários enfrentados por nossos alunos.

Gostou do nosso conteúdo? Se você quer saber mais sobre como o CVD pode ajudar na educação dos seus filhos, entre em contato conosco para conversarmos um pouco!

Powered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

2 Comentários

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.