aprender brincando

Descubra agora como ajudar seu filho a aprender brincando

A ação de brincar é uma das principais ferramentas para estimular o aprendizado e o desenvolvimento das crianças. As brincadeiras ajudam a construir a autoestima. Além disso, dão aos pequenos um senso de suas próprias habilidades e fazem com que se sintam bem consigo mesmos. Como aprender brincando é, sem dúvida, divertido, as crianças realmente se envolvem com a atividade.

Brincar também ajuda a nutrir a imaginação e dá à criança uma sensação de aventura ― tudo é novo, e o que os pequenos mais gostam é de explorar o desconhecido.

Mas como os pais podem se envolver nessas brincadeiras e ajudar no processo de aprendizagem de seus filhos? Bem, é por isso que escrevemos este post. Continue conosco e veja como entrar nesse mundo de ensinamentos e diversão!

Por que brincar ajuda tanto no aprendizado?

As crianças nascem prontas para aprender e têm muitas habilidades para desenvolver por muitos anos. Seus primeiros professores, sem dúvidas, são os pais, membros da família e eventualmente cuidadores que as ajudarão a fortalecer as primeiras habilidades rumo à própria independência.

Aí entra o ato de brincar. A forma como o cérebro cresce é fortemente afetada pelas experiências da criança com outras pessoas e com o mundo. Por isso, cuidar da mente delas é fundamental para o crescimento saudável do cérebro. 

Brincar com seu filho e fazer com que ele tenha contato com livros, histórias e músicas ajuda a fortalecer a linguagem e a comunicação, o que o coloca no caminho para aprender e ter sucesso na escola.

Os brinquedos e joguinhos, aliás, não são apenas divertidos. São, principalmente, ferramentas que ajudam as crianças a aprender sobre si mesmas e sobre o mundo ao redor. Enquanto brincam, elas aprendem a resolver problemas, conviver com os outros e desenvolver diversas habilidades socioemocionais, físicas e de raciocínio. Vejamos algumas delas:

  • habilidades físicas: coordenação motora grossa (a criança aprende a alcançar, agarrar, engatinhar, correr, subir e se equilibrar) e fina (aprende a segurar um lápis, pintar, desenhar letras, encaixar, recortar e realizar pequenas tarefas com as mãos).
  • habilidades cognitivas: resolução de problemas, reconhecimento de cores, números, tamanhos e formas, memória, atenção, lógica, imaginação, foco e concentração;
  • habilidades de linguagem: a interação com os amiguinhos, pais, professores ou qualquer outra pessoa próxima ajuda no desenvolvimento da oralidade, aumento do vocabulário e argumentação;
  • habilidades socioemocionais: as brincadeiras permitem que a criança aprenda a gerir as próprias emoções, saber seus limites, cooperar, negociar, revezar e respeitar regras. 

Como as brincadeiras fazem parte do universo infantil, o envolvimento no ato de brincar estimula o impulso da criança para exploração e descoberta. Também permite que ela se envolva nos processos de pensamento flexíveis e mergulhe em processos de investigação, análise, avaliação, aplicação de conhecimento e criatividade.

Tal motivação e interesse são determinantes para explorar conceitos e ideias, e isso não necessariamente precisa acontecer apenas na escola e pode ter a participação dos pais, em casa.

Que atividades podem ser realizadas para isso?

Em tese, qualquer aprendizado pode ser estimulado por brincadeiras . A seguir, vamos mostrar alguns conhecimentos nos quais brincadeiras e jogos são bem-vindos. As atividades relacionadas, inclusive, podem ser realizadas tanto na escola quanto em casa.

Alfabetização e leitura

Aprender a ler brincando é uma das atividades mais prazerosas que uma criança pode vivenciar. Os pequenos experimentam novo vocabulário, exercitam sua imaginação por meio da contação de histórias e começam a reconhecer as letras do alfabeto. 

Antes que tenham idade suficiente para começar a ler, elas podem retratar as histórias que seus pais leem para elas. Aliás, adoram “fingir ler” e encenam histórias. Sem perceber, estão aprendendo a usar a sintaxe ou gramática e até linguagem escrita ao rabiscar as primeiras letras ― habilidades cruciais para estabelecer uma alfabetização de sucesso.

Powered by Rock Convert

Papel e lápis (de todas as cores)

Mostre as letras do alfabeto. Para isso, você pode utilizar livros infantis com personagens de A a Z. Depois, peça para seu filho escrever as letras livremente, do jeito dele. Aos poucos, dê pistas de como é a forma correta da grafia. Você verá que em pouco tempo surgirão os desenhos mais certos, e ele vai aprender a escrever brincando.

Alfabeto móvel e criação de palavras

Crie seu próprio alfabeto em cartões e monte uma lista de palavras. Associe essas palavras a desenhos e peça para seu filho dizer o que eles significam. Depois, tentem montar juntos as palavras e treinem a leitura.

Idiomas

Assim como o português, aprender um idioma estrangeiro brincando também é muito divertido. Você pode abusar da imaginação, incluindo músicas, desenhos, aplicativos, histórias, jogos e até atividades de culinária, por que não? Dessa forma, todas as habilidades linguísticas ― fala, leitura, escrita e escuta ― serão estimuladas.

Hora da culinária

As crianças usam todos os sentidos enquanto cozinham. Encontre uma receita bem gostosa e fácil de fazer para que seu filho ajude você. Ensine para ele os ingredientes no idioma estrangeiro e outras palavrinhas relacionadas à cozinha, como colher, pote, fogão. Façam a receita e treinem o vocabulário. Você pode aproveitar e estimular uma alimentação saudável de forma divertida.

Aprender músicas

Encontre músicas infantis na língua estrangeira. Mostre vídeos, áudios, a letra da canção e vá repetindo até que seu filho aprenda. Como as crianças adoram cantar e dançar, experimente um karaokê e até uma coreografia!

Matemática

Para muitos adultos a matemática é um pesadelo, e isso pode ser um reflexo da forma como foi ensinada na escola. Em todas as disciplinas, a aplicação prática dos conhecimentos é essencial para a compreensão e fixação dos conteúdos. 

No caso das crianças, as brincadeiras e os jogos são ferramentas perfeitas para reconhecer os números, fazer os primeiros cálculos e resolver problemas. Aí está a base para o aumento da complexidade da disciplina, conforme o passar dos anos.

Brincadeiras de contar

Reconhecer os números e aprender a contar são os passos introdutórios no universo da matemática. Para tanto, há uma infinidade de jogos que você pode fazer artesanalmente ou comprar em uma loja de brinquedos. 

Alguns exemplos são:

  • quebra-cabeças com números e desenhos;
  • massinhas de modelar com formas numéricas;
  • cartões com a imagem de formas geométricas para seu filho relacionar espacialmente os lados de uma figura;
  • amarelinha;
  • pular corda contando;
  • jogo da memória.

Tabuada

É possível aprender tabuada brincando e compreender as relações de multiplicação sem necessariamente decorar. Para isso, a tecnologia está aí e você pode utilizar aplicativos e sites adaptados às diferentes faixas etárias que trabalham gradativamente a tabuada — de acordo com a proposta para cada ano escolar. 

O mais interessante é conversar com o professor sobre os conteúdos e, se possível, pedir indicações. Mesmo assim, é um muito fácil baixar em seu tablet ou smartphone. No próprio Google Play, ao digitar a palavra “tabuada” aparecem inúmeras referências. Teste com seu filho as mais legais.

Ao chegar aqui, certamente você está com muitas ideias para que seu filho possa aprender brincando. Então, vamos lá! Entre no universo infantil, repleto de imaginação e curiosidade. Afinal, a mente das crianças é como um livro em branco com uma história a ser preenchida. 

Quer saber mais sobre nossa escola e acessar conteúdos exclusivos sobre educação infantil? Então, curta nossa página no Facebook e siga nosso perfil no Instagram!

Powered by Rock Convert

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

1 Comentário

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.