adaptação escolar

Descubra como ajudar seus filhos no processo de adaptação escolar

Encarar uma nova escola é sempre um momento de apreensão, tanto para as crianças quanto para os pais ― não importa se é a primeira escola, a volta às aulas ou uma eventual troca de instituição. 

De um lado estão os alunos, que passarão pelos impactos de um novo ambiente ― para os pequenos é a primeira separação dos pais; para os maiores, há medo do que vão encontrar, dúvidas sobre os novos colegas, professores etc. De outro, estão os pais, ainda inseguros com a instituição e os profissionais que ali trabalham.

Por esse motivo, essa fase da vida escolar deve ser encarada com naturalidade, atenção e com uma parceria entre a instituição entre a família. Então, para que você saiba como ajudar seus filhos no processo de adaptação escolar, criamos este post explicando qual o objetivo dessa etapa e dando algumas dicas importantes. Aproveite a leitura!

O que é a adaptação escolar?

Adaptação escolar é o período o que os alunos levam para reconhecer e se acostumar com o novo ambiente de ensino. Pode ser a experiência da primeira escola, uma mudança de instituição, a transição para um novo curso ou a própria rotina de volta às aulas.

Cada escola define as melhores práticas para os períodos de adaptação de seus alunos. Especialmente no início do ano letivo, muitas instituições desenvolvem um programa de acolhimento para novos alunos. Esse trabalho consiste em uma série de atividades de integração dos estudantes e, também, de seus pais. O intuito é que todos se sintam parte da comunidade educativa, compreendam o funcionamento da escola e conheçam os profissionais, funcionários e equipe diretiva.

Educação infantil

Para as crianças pequenas, a escola será o primeiro ambiente de socialização além da família e, claro, a primeira vez que ficarão distantes dos seus entes queridos por um período maior. 

Como tudo é novo, cada criança reage de uma maneira diferente. Enquanto algumas seguem para a sala de aula como se fosse a coisa mais comum do mundo, outras sentem muito medo e têm dificuldade de se adaptar. Por isso, o tempo dessas crianças deve ser respeitado, até que o incômodo temporário pelo distanciamento dos pais e familiares seja afastado definitivamente.

Vale lembrar que a volta às aulas, após o período de férias escolares, também é um momento de adaptação. Afinal, as crianças terão passado um bom tempo em casa e podem estranhar o retorno à rotina.

Ensinos fundamental e médio

Já caso dos alunos dos ensinos fundamental e médio, a adaptação escolar acontece por alguns motivos, entre os quais estão:

  • finalização de um ciclo de estudos, o que leva a mudar de escola ou de horário;
  • mudança de escola por reprovação ou insatisfação (do aluno ou dos pais) com a antiga instituição;
  • problemas de comportamento ou de relacionamento;
  • problemas financeiros na família;
  • mudança de cidade.

Cada um desses casos leva a escola e os pais a terem atitudes distintas na adaptação escolar. Por isso, é muito importante que a coordenação pedagógica conheça o histórico desse aluno, a fim de apoiá-lo e oferecer os melhores feedbacks a seus familiares.

Como os pais podem ajudar os filhos a lidarem com a adaptação escolar?

Se você está prestes a vivenciar um período de adaptação escolar com seus filhos, vale a pena dar uma olhada nas dicas abaixo. Essas ações visam que essa etapa flua com maior tranquilidade. Confira!

Reorganize a rotina em casa

A adaptação escolar começa antes mesmo da chegada à instituição de ensino. Dessa maneira, é preciso que você reorganize a rotina de seus filhos em casa para que eles se preparem melhor para o momento da entrada na escola.

Especialmente com os pequenos, comece por ajustar o horário de se alimentar, higienizar-se e de irem dormir. Se tiverem de levantar cedo, por exemplo, a qualidade do sono faz total diferença para evitar resistência a sair da cama. O mesmo é válido para os maiores, porém, com o intuito de que seu aprendizado melhore e o desempenho escolar seja mais alto.

Demonstre interesse

Não importa a faixa etária dos seus filhos, demonstre que a nova escola é o melhor ambiente para eles estudarem no momento. Para as crianças pequenas, você pode contar histórias de como é bom estudar e por que aquela instituição vale a pena.

Por outro lado, se você tiver filhos maiores e notar resistência à mudança de escola, é igualmente importante fazer notar que você deseja o melhor para eles. Isso ajuda a se sentirem mais seguros e confiantes nessa etapa.

Apresente os pontos positivos

Falar sobre os pontos positivos que você enxerga na escola e os atrativos que levaram a essa escolha é muito bom para preparar seus filhos para a adaptação. Além de criar uma expectativa positiva, o fato de os pais demonstrarem que já conhecem o ambiente escolar também oferece maior segurança aos novos alunos.

Inclusive, tanto para crianças pequenas como para os adolescentes, vale muito a pena agendar uma visita. Assim, eles conhecerão as instalações e alguns dos professores e funcionários que farão parte do seu dia a dia. 

Prepare o material antecipadamente

Evite correrias desnecessárias que gerarão ansiedade extra, tanto em você quanto em seus filhos. Por isso, na noite anterior, deixe todo o material, itens de lancheira e o uniforme escolar preparados para o dia seguinte. Com tudo organizado, você evita discussões e atrasos que só prejudicarão um momento de ingresso na escola.

Além disso, convide seus filhos a participarem dessa atividade. Essa é uma forma de integrá-los à nova rotina e oferecer mais tranquilidade a eles.

Não faça associações ruins

Se o motivo da mudança de escola for por algum episódio ruim que tenha acontecido em outra instituição, não fique relembrando os fatos, pois isso pode ser muito dolorido para seus filhos. Então, no caminho para a escola busque falas incentivadoras e foque a importância do momento de renovação.

Quando alguma criança ou adolescente passa por uma situação muito ruim no ambiente escolar, como o bullying, isso gera um trauma que pode ser levado para toda a vida. Então, os pais são um porto-seguro para que eles vençam um eventual bloqueio ou medo da escola.

Controle suas emoções

Por fim, algo que atrapalha muito adaptação escolar é o descontrole emocional de alguns pais. Entendemos que essa pode ser uma fase de muita emoção, especialmente para os pais que estão deixando os filhos na escola pela primeira vez.

Porém, se os pais apresentam nervosismo, e até caem no choro, a leitura que os filhos podem fazer desse comportamento é que a escola é um ambiente negativo ― exatamente o contrário do que desejam para seus filhos.

Então, controle sua emoção e, se as crianças caírem choro ou ficarem nervosas, procure manter uma postura calma. Além disso, se houver alguma dificuldade de controlá-las, lembre-se de que há profissionais experientes que vão ajudar a tornar as coisas mais fáceis.

Gostou de saber um pouco mais sobre os objetivos da adaptação escolar e o que fazer nesse momento? Então, fique conosco mais um pouco para saber quando é chegada a hora de trocar seus filhos de escola!

Quer receber mais conteúdos como esse gratuitamente?

Cadastre-se para receber os nossos conteúdos por e-mail.

Email registrado com sucesso
Opa! E-mail inválido, verifique se o e-mail está correto.

Fale o que você pensa

O seu endereço de e-mail não será publicado.