A importância do estímulo na infância

2 minutos para ler

A primeira infância é uma fase muito importante para o desenvolvimento da criança em diversos aspectos, como físico, social, emocional e cognitivo. Nessa fase, o cérebro está mais receptivo aos estímulos para aquisição das habilidades. Ele passa por mudanças e vivencia períodos importantes para a aprendizagem. Nesse sentido, se faz necessário que a criança tenha um lugar intensificado pelo cuidado, responsalidade e afeto daqueles que cuidam dela.

Assim, os pais e responsáveis tem um papel importante no cuidado e na oferta de um ambiente de estímulo e segurança, para que o processo natural do desenvolvimento ocorra. E podem aproveitar para colocar isso em prática nesse período de aulas presenciais suspensas e isolamento social. Uma criança bem estimulada tem mais capacidade de aprendizagem e mais facilidade para se relacionar e se socializar. A seguir, elenco algumas sugestões de como isso pode ser feito dentro de casa:

  • jogos educativos que estimulam a percepção, a memorização e o raciocínio;
  • leitura de livros de diversos assuntos e estilos, estimulando a oralidade e a escrita;
  • atividade com músicas e dramatizações, desenvolvendo a criatividade e a imaginação;
  • jogos e brincadeiras lúdicas, desenvolvendo o emocional, o social e o motor, além de estimular o prazer e a satisfação em realizá-los.

Além dessas dicas, você também pode criar atividades e situações em casa para estimular seu filho a brincar e estudar. Capriche, as crianças agradecem. E contem sempre com a gente!

“A infância é uma fase tão bela que uma parte de nós residirá sempre nela.”

Texto de Ana Paula Durante, Psicopedagoga e Orientadora Educacional da Educação Infantil do Colégio Verbo Divino

Posts relacionados

Deixe um comentário